Imprensa livre e independente
13 de julho de 2019, 21h47

Maia questiona competência de Eduardo e diz que foco “ideológico” não pode prevalecer sobre “questão comercial”

Querendo evitar o embate com o presidente, Maia apenas disse que é “um tema polêmico indicar um filho para qualquer cargo dentro do governo” e que pode gerar “muito desgaste no Brasil de hoje”

Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), colocou em xeque neste sábado (13) a competência do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para a função de embaixador do Brasil em Washington (EUA). O parlamentar disse que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) precisa avaliar se o filho tem condições de assumir o novo cargo. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo “O que o presidente tem que avaliar é se o Eduardo tem as condições para assumir uma embaixada com um peso importante. O Brasil tem relações comerciais importantes e acho que...

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), colocou em xeque neste sábado (13) a competência do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para a função de embaixador do Brasil em Washington (EUA). O parlamentar disse que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) precisa avaliar se o filho tem condições de assumir o novo cargo.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“O que o presidente tem que avaliar é se o Eduardo tem as condições para assumir uma embaixada com um peso importante. O Brasil tem relações comerciais importantes e acho que a gente deve continuar com esse foco. Só tem que tomar cuidado para que o foco ideológico da relação Brasil com o Trump não prevaleça em relação à questão comercial”, afirmou Maia à Folha de São Paulo.

O demista ressaltou que Bolsonaro deve ponderar se o filho tem os mesmos requisitos que um diplomata para assumir o posto nos Estados Unidos. “O Brasil tem um corpo diplomático de muita qualidade e que sempre foi respeitado no mundo inteiro. Um corpo diplomático com um foco muito objetivo na defesa dos interesses do país no exterior”, citou.

Veja também:  Ao comentar notícia de Jean Wyllys, Eduardo Bolsonaro faz comentário homofóbico sobre Glenn Greenwald

Querendo evitar o embate com o presidente, Maia apenas disse que é “um tema polêmico indicar um filho para qualquer cargo dentro do governo” e que pode gerar “muito desgaste no Brasil de hoje”. “Mas ele [o presidente] tem agenda dele de relação com os EUA”, completou.

Após Eduardo completar 35 anos, Bolsonaro anunciou na quinta-feira (11) que decidiu indicá-lo como embaixador do Brasil nos Estados Unidos, mas a decisão de aceitar ou não o cargo ficaria a cargo do deputado.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum