Imprensa livre e independente
21 de setembro de 2017, 19h52

Mais um feminicídio: homem mata esposa e depois se enforca no CE

Toda a ação dentro de uma casa de luxo em Fortaleza foi presenciada pelo filho da vítima e enteado do suspeito, de apenas 7 anos de idade.

Toda a ação dentro de uma casa de luxo em Fortaleza foi presenciada pelo filho da vítima e enteado do suspeito, de apenas 7 anos de idade. Da Redação* A violência contra a mulher continua fazendo vítimas fatais no Brasil. Mais um caso de feminicídio foi registrado, dessa vez em Fortaleza, na capital do Ceará. Um homem de 31 anos matou a esposa, de 36 anos, que estava grávida, e, logo em seguida, se matou enforcado. O crime ocorreu em uma casa de luxo no bairro Sapiranga. As informações são da Tribuna do Ceará. De acordo com as primeiras notícias,...

Toda a ação dentro de uma casa de luxo em Fortaleza foi presenciada pelo filho da vítima e enteado do suspeito, de apenas 7 anos de idade.

Da Redação*

A violência contra a mulher continua fazendo vítimas fatais no Brasil. Mais um caso de feminicídio foi registrado, dessa vez em Fortaleza, na capital do Ceará. Um homem de 31 anos matou a esposa, de 36 anos, que estava grávida, e, logo em seguida, se matou enforcado. O crime ocorreu em uma casa de luxo no bairro Sapiranga. As informações são da Tribuna do Ceará.

De acordo com as primeiras notícias, o filho da vítima e enteado do suspeito, de apenas 7 anos de idade, foi testemunha de toda ação do homem. O menino teria ficado ao lado do corpo da mãe durante três dias, trancado em um quarto.

Segundo um dos sócios da imobiliária da casa onde vivia a família, o casal estava há somente 15 dias morando na residência. A casa, por isso, ainda tinha poucos móveis e mas estava com muitas drogas espalhadas pelos cômodos.

Veja também:  No programa Silvio Santos, mulher responde dicas de "Bandido", "Valentão" e "Marginal": "Bolsonaro"; veja vídeo

*Com informações do UOL

Foto: Reprodução/TV Jangadeiro

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum