Imprensa livre e independente
03 de outubro de 2017, 21h36

Mais uma vez, auditores fiscais prometem cruzar os braços em todo o país

Um ato no Porto de Santos (SP) contra o “pacote de maldades” do governo Temer dará início a uma mobilização nacional da categoria, que paralisará atividades em delegacias da Receita, portos e aeroportos. Última greve de auditores causou um prejuízo de R$300 milhões Por Redação* Está marcado para quinta-feira (5) um ato de auditores fiscais da Receita Federal, no Porto de Santos (SP), que dará início a uma paralisação nacional da categoria. Os trabalhadores prometem cruzar os braços como forma de protesto ao “pacote de maldades” do governo Temer. De acordo com o sindicato que representa a categoria, o Sindicato...

Um ato no Porto de Santos (SP) contra o “pacote de maldades” do governo Temer dará início a uma mobilização nacional da categoria, que paralisará atividades em delegacias da Receita, portos e aeroportos. Última greve de auditores causou um prejuízo de R$300 milhões

Por Redação*

Está marcado para quinta-feira (5) um ato de auditores fiscais da Receita Federal, no Porto de Santos (SP), que dará início a uma paralisação nacional da categoria.

Os trabalhadores prometem cruzar os braços como forma de protesto ao “pacote de maldades” do governo Temer. De acordo com o sindicato que representa a categoria, o Sindicato dos Auditores Fiscais em Santos, o governo federal, sob a justificativa da crise econômica, quebrou o acordo salarial firmado em lei (com recomposição salarial prevista para 2018 e 2019 só será paga em 2019 e 2020), aumentou a contribuição previdenciária de 11% para 14% e congelou as verbas indenizatórias.

A paralisação deve afetar, a nível nacional, as delegacias da Receita Federal, responsáveis pela arrecadação de tributos, portos e aeroportos.

Veja também:  Dilma ingressa com representação no STF contra fake news de Bolsonaro

No ano passado, em julho, a paralisação de auditores fiscais de oito dias causou prejuízos que somam cerca R$ 300 milhões.

*Com informações de A Tribuna

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum