Imprensa livre e independente
05 de maio de 2016, 19h29

Malafaia está enfurecido com afastamento de Cunha

O pastor publicou um vídeo em que, com tom exaltado, expressa toda a sua indignação com o afastamento do peemedebista de seu mandato e do cargo de presidente da Câmara. Para Malafaia, decisão do STF foi uma “canetada” e uma “afronta”, enquanto o processo de impeachment contra Dilma teria “um viés legal”. Assista Por Redação Silas Malafaia, pastor evangélico que apoiou a eleição de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para a presidência da Câmara dos Deputados, publicou um vídeo em seu canal do Youtube em que se mostra indignado com o afastamento do parlamentar de suas funções determinado nesta quinta-feira (5) pelo...

O pastor publicou um vídeo em que, com tom exaltado, expressa toda a sua indignação com o afastamento do peemedebista de seu mandato e do cargo de presidente da Câmara. Para Malafaia, decisão do STF foi uma “canetada” e uma “afronta”, enquanto o processo de impeachment contra Dilma teria “um viés legal”. Assista

Por Redação

Silas Malafaia, pastor evangélico que apoiou a eleição de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para a presidência da Câmara dos Deputados, publicou um vídeo em seu canal do Youtube em que se mostra indignado com o afastamento do parlamentar de suas funções determinado nesta quinta-feira (5) pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Com tom exaltado, Malafaia diz que desde que começaram a surgir denúncias contra Cunha que ele defende que o parlamentar seja afastado, mas não através do Supremo, como foi feito.

“A canetada de um juiz tira um cara que preside um poder e afasta ele de deputado? Aí, não!”, disse o religioso, que classificou o ato como uma “afronta”, usando como exemplo o processo de impeachment contra a presidenta Dilma Roussef que, segundo ele, teria “um viés legal”.

Veja também:  Demitido, general Santos Cruz atira no governo Bolsonaro: “é um show de besteiras”

Assista.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum