Imprensa livre e independente
16 de junho de 2019, 16h45

Manuela D’Ávila indica que Bolsonaro cometeu crime de responsabillidade

Através do Twiiter ex-deputada expôs artigos da Constituição que o presidente teria violado ao falar que a população deveria se armar

Em resposta a afirmação feita pelo presidente da república, Jair Bolsonaro, que defendeu o armamento individual para os brasileiros “para que tentações não passem na cabeça de governantes para assumir o poder de forma absoluta”, a ex-deputada federal Manuela D’Ávila buscou na Constituição argumentos para mostrar que as declarações do chefe do poder executivo pode ser configurado como crime de responsabilidade. Em uma sequência de postagens no Twitter, Manuela mostra que Bolsonaro infringe, por exemplo, a Lei n° 1.079/50, que diz que é crime contra a segurança interna do país praticar ou concorrer para que se perpetre qualquer dos crimes...

Em resposta a afirmação feita pelo presidente da república, Jair Bolsonaro, que defendeu o armamento individual para os brasileiros “para que tentações não passem na cabeça de governantes para assumir o poder de forma absoluta”, a ex-deputada federal Manuela D’Ávila buscou na Constituição argumentos para mostrar que as declarações do chefe do poder executivo pode ser configurado como crime de responsabilidade.

Em uma sequência de postagens no Twitter, Manuela mostra que Bolsonaro infringe, por exemplo, a Lei n° 1.079/50, que diz que é crime contra a segurança interna do país praticar ou concorrer para que se perpetre qualquer dos crimes contra a segurança interna, definidos na legislação penal, como fazer, em público, propaganda de processos violentos ou ilegais para alteração da ordem política ou social.

Ao final dos posts com os pontos da Constituição, a ex-deputada comentou que não é a primeira vez que o presidente comete esse tipo de infração. “O mais importante de tudo isso é percebermos que Bolsonaro é um inimigo da democracia e trama contra ela dia e noite. Faz isso cometendo crimes, como esses de hoje”.

Veja também:  MEC publica nota sobre cobrança de mensalidade nas universidades públicas, apaga e se retrata

A declaração de Jair Bolsonaro, que motivou os comentários de Manuela, foi feita ontem na cidade de Santa Maria-RS. “Nossa vida tem valor, mas tem algo com muito mais valoroso do que a nossa vida, que é a nossa liberdade. Além das Forças Armadas, defendo o armamento individual para o nosso povo, para que tentações não passem na cabeça de governantes para assumir o poder de forma absoluta. Temos exemplo na América Latina. Não queremos repeti-los. Confiando no povo, confiando nas Forças Armadas, esse mal cada vez mais se afasta de nós”, falou em pronunciamento.

Confira as mensagens de Manuela no Twitter:

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum