Imprensa livre e independente
26 de outubro de 2016, 17h12

Manuela D’Ávila publica vídeo debochando comentários machistas que recebe no Facebook

A deputada criou um panfleto chamado “Machistômetro”, uma cartilha que ajuda mulheres a identificarem atitudes machistas Por Redação A deputada federal Manuela D’Ávila (PCdoB/RS) publicou um vídeo nesta quarta-feira (26) na sua página do Facebook criticando, de forma debochada, os comentários machistas que recebe constantemente em suas postagens sobre o “Machistômetro”, uma cartilha criada por ela que ajuda mulheres a identificarem atitudes machistas. O panfleto (acesse neste link)  possui uma escala que vai desde “piadas ofensivas” a “causar lesão corporal” e possui três categorias de aviso: cuidado, reaja e busque ajuda. Depois que Manuela D’Ávila passou a divulgar o “Machistômetro” nas redes...

A deputada criou um panfleto chamado “Machistômetro”, uma cartilha que ajuda mulheres a identificarem atitudes machistas

Por Redação

A deputada federal Manuela D’Ávila (PCdoB/RS) publicou um vídeo nesta quarta-feira (26) na sua página do Facebook criticando, de forma debochada, os comentários machistas que recebe constantemente em suas postagens sobre o “Machistômetro”, uma cartilha criada por ela que ajuda mulheres a identificarem atitudes machistas.

O panfleto (acesse neste link)  possui uma escala que vai desde “piadas ofensivas” a “causar lesão corporal” e possui três categorias de aviso: cuidado, reaja e busque ajuda.

Depois que Manuela D’Ávila passou a divulgar o “Machistômetro” nas redes sociais, vários homens começaram a criticá-la. Ao invés de entrar na briga, a deputada resolveu responder aos machistas com bom humor.

Veja o vídeo:

Veja também:  "Vai negar o áudio, Dallagnol?", questionam parlamentares e jornalistas sobre vazamento do The Intercept

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum