Imprensa livre e independente
13 de junho de 2019, 17h31

Marco Aurélio Mello critica Moro: “Não é vocacionado ao cargo de juiz”

“Não tenho nada a esconder e não mantenho diálogos fora do processo com as partes”, destacou o ministro, ao ser perguntado se receava ser alvo de hackers

Foto: Carlos Moura/SCO/STF
Marco Aurélio Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), enquadrou novamente o ex-juiz Sérgio Moro. Mello declarou que o atual ministro da Justiça não é vocacionado para a magistratura e ironizou as mensagens trocadas por ele e Deltan Dallagnol, procurador da Lava Jato, divulgadas pelo site The Intercept. “Não tenho nada a esconder e não mantenho diálogos fora do processo com as partes”, destacou o ministro, ao ser perguntado se receava ser alvo de hackers. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo. “Antes desse problema todo, que enxovalhou o perfil dele,...

Marco Aurélio Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), enquadrou novamente o ex-juiz Sérgio Moro. Mello declarou que o atual ministro da Justiça não é vocacionado para a magistratura e ironizou as mensagens trocadas por ele e Deltan Dallagnol, procurador da Lava Jato, divulgadas pelo site The Intercept.

“Não tenho nada a esconder e não mantenho diálogos fora do processo com as partes”, destacou o ministro, ao ser perguntado se receava ser alvo de hackers.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

“Antes desse problema todo, que enxovalhou o perfil dele, eu disse lá atrás que ele (Moro) não era vocacionado ao cargo de juiz. Mantenho a convicção”, declarou Mello.

“Virou as costas”

O ministro disse, ainda, que Moro “virou as costas à cadeira”, em referência ao fato de ter abandonado a função de juiz para virar ministro da Justiça de Jair Bolsonaro. “Se fosse de família muito rica, eu admitiria que ele deixasse a cadeira para ter o ócio com dignidade, mas não é”.

Veja também:  Documentos mostram como equipe de Trump negociou com atriz pornô

Em relação ao que pode ocorrer no futuro diante das denúncias do The Intercept, Mello disse: “Não sei a consequência, porque o fato consumado no Brasil, e me refiro à condenação que já existe, tem uma força muito grande”.

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum