Imprensa livre e independente
11 de março de 2017, 15h19

Marcos Valério entrega delação e confirma propinas do PSDB no esquema de Furnas

Esquema teria desviado recursos da estatal para beneficiar o partido em Minas Gerais.

Esquema teria desviado recursos da estatal para beneficiar o partido em Minas Gerais Por Redação No último dia 15 de fevereiro, o empresário Marcos Valério entregou ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) os anexos de sua delação premiada no processo do mensalão tucano. O documento foi encaminhado ao procurador geral de Justiça de Minas, Antônio Sérgio Tonet. O esquema de corrupção do qual Valério faz referência teria desviado recursos de empresas estatais para a reeleição do então governador do estado, Eduardo Azeredo (PSDB). O político já foi condenado a 20 anos de prisão em primeira instância, mas recorre em liberdade. Em um...

Esquema teria desviado recursos da estatal para beneficiar o partido em Minas Gerais

Por Redação

No último dia 15 de fevereiro, o empresário Marcos Valério entregou ao Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) os anexos de sua delação premiada no processo do mensalão tucano. O documento foi encaminhado ao procurador geral de Justiça de Minas, Antônio Sérgio Tonet.

O esquema de corrupção do qual Valério faz referência teria desviado recursos de empresas estatais para a reeleição do então governador do estado, Eduardo Azeredo (PSDB). O político já foi condenado a 20 anos de prisão em primeira instância, mas recorre em liberdade.

Em um dos documentos entregues, o empresário irá confirmar que houve negociações ilícitas em Furnas que teriam beneficiado o PSDB.

As denúncias de corrupção e lavagem de dinheiro na estatal já estão sob investigação na Justiça. No Rio de Janeiro, o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB) e outras seis pessoas se tornaram réus por conta das acusações.

Na operação Lava Jato, um inquérito, sob o comando do ministro Gilmar Mendes, no Supremo Tribunal Federal (STF), traz revelações do ex-senador Delcídio do Amaral, que aponta o envolvimento do senador Aécio Neves no caso.

Com informações de O Tempo
Foto: Agência Brasil

Veja também:  Dallagnol é escrachado em anúncio de palestra sobre "a luta contra a corrupção"

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum