Imprensa livre e independente
26 de maio de 2017, 17h49

Maria Silvia, presidente do BNDES, pede demissão

Em nota, ela alegou “razões pessoais” para deixar o cargo. Gravação de Joesley Batista, da JBS, indica que empresários estavam insatisfeitos com a gestão de Maria Silvia frente ao banco  Por Redação  Maria Silvia Bastos Marques, presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), pediu demissão do cargo na tarde desta sexta-feira (26). Marques alegou, em nota, “razões pessoais” pelo pedido de demissão, que foi informado ao presidente Michel Temer pela própria, que esteve no início da tarde no Palácio do Planalto. A agora ex-presidente do Banco, que é doutora em economia pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) estava...

Em nota, ela alegou “razões pessoais” para deixar o cargo. Gravação de Joesley Batista, da JBS, indica que empresários estavam insatisfeitos com a gestão de Maria Silvia frente ao banco 

Por Redação 

Maria Silvia Bastos Marques, presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), pediu demissão do cargo na tarde desta sexta-feira (26). Marques alegou, em nota, “razões pessoais” pelo pedido de demissão, que foi informado ao presidente Michel Temer pela própria, que esteve no início da tarde no Palácio do Planalto.

A agora ex-presidente do Banco, que é doutora em economia pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) estava no cargo desde maio do ano passado e foi a primeira mulher a ocupar a presidência do BNDES.

O Planalto também divulgou nota sobre o assunto, lamentando a saída de Maria Silvia e agradecendo o trabalho realizado. “Deixará como legado um modelo a ser seguido em toda máquina pública”, disse a nota. O presidente Michel Temer teria sido pego de surpresa com o pedido de demissão.

O BNDES, por sua vez, informou que o diretor Ricardo Ramos assumirá interinamente a presidência.

Veja também:  Alcione exige respeito de Bolsonaro com o povo nordestino: "Quem quer respeito, se dá"

 

O pedido de demissão de Maria Silvia, que alegou “razões pessoais”, vem em meio à uma série de denúncias que abalam o governo. Na gravação anexada à dealação da JBS que mostra uma conversa entre Temer e o dono da empresa, Joesley Batista, o empresário dá a entender que o empresariado estava insatisfeito com a gestão de Maria Silva frente ao banco, o que confirma rumores levantados pela imprensa pouco tempo antes da divulgação da gravação.

“Está bem travado”, disse o empresário Joesley, depois de fazer críticas à condução do banco.

Foto: Agência Brasil 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum