Imprensa livre e independente
31 de maio de 2016, 18h51

Mariana: Tragédia será investigada pela Justiça Federal

Nefi Cordeiro, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), definiu que os crimes relacionados ao rompimento da barragem da mineradora Samarco em Mariana não serão mais investigados somente no âmbito estadual Por Redação Após divergências sobre quais varas (estaduais ou federais) deveriam investigar e julgar os crimes ambientais e de homicídio com dolo eventual (quando se admite o risco de matar), referentes ao rompimento da barragem de Mariana (MG) em 5 de novembro de 2015, a deliberação do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Nefi Cordeiro, foi confirmada na última quarta-feira (25) e publicada nesta terça-feira (31) , transferindo...

Nefi Cordeiro, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), definiu que os crimes relacionados ao rompimento da barragem da mineradora Samarco em Mariana não serão mais investigados somente no âmbito estadual

Por Redação

Após divergências sobre quais varas (estaduais ou federais) deveriam investigar e julgar os crimes ambientais e de homicídio com dolo eventual (quando se admite o risco de matar), referentes ao rompimento da barragem de Mariana (MG) em 5 de novembro de 2015, a deliberação do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Nefi Cordeiro, foi confirmada na última quarta-feira (25) e publicada nesta terça-feira (31) , transferindo a investigação para a Vara Federal de Ponte Nova de Minas Gerais.

Os inquéritos que estavam paralisados desde março deste ano terão continuidade e, dessa vez, sob a responsabilidade do Tribunal do Júri Federa. De acordo com  delegado Rodrigo Bustamante, o indiciamento será encaminhado ao MPF (Ministério Público Federal).

O rompimento da barragem no ano passado fez com que 19 pessoas morressem e 35 bilhões de litros de lama com minerais impuros fossem encontrados em minérios, que destruíram o vilarejo de Bento Rodrigues e chegaram ao litoral do Espírito Santo.

Veja também:  Pai bolsonarista ataca e expõe filha médica em redes sociais porque ela apoiou Haddad

Foto: Bruno Bou – Cuca da UNE

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum