Imprensa livre e independente
09 de dezembro de 2011, 18h47

Mega Não produz vídeo contra censura de conteúdo na internet

O Movimento Mega Não fez um vídeo-montagem em defesa da liberdade na internet. O Mega Não reúne ativistas que lutam contra a censura de conteúdos na rede. Durante o Festival de Cultura Digital, que ocorreu no Rio de Janeiro, na semana passada, eles fizeram uma ação com cartazes contra o SOPA (Stop Online Piracy Act, projeto de lei dos Estados Unidos que dá poder às indústrias de copy right controlar o conteúdo da internet), ACTA (Acordo Comercial Anticontrafação), o AI-5 Digital (PL 84/99, patrocinado pelo Deputado Eduardo Azeredo) e a quebra da neutralidade na rede. Se projetos como esses forem...

O Movimento Mega Não fez um vídeo-montagem em defesa da liberdade na internet. O Mega Não reúne ativistas que lutam contra a censura de conteúdos na rede.

Durante o Festival de Cultura Digital, que ocorreu no Rio de Janeiro, na semana passada, eles fizeram uma ação com cartazes contra o SOPA (Stop Online Piracy Act, projeto de lei dos Estados Unidos que dá poder às indústrias de copy right controlar o conteúdo da internet), ACTA (Acordo Comercial Anticontrafação), o AI-5 Digital (PL 84/99, patrocinado pelo Deputado Eduardo Azeredo) e a quebra da neutralidade na rede.

Se projetos como esses forem aprovados, atividades como troca de arquivos, peer-to-peer e o uso honesto de trabalhos com copyright, como postagens em um blog pessoal, poderão ser crimes. Ou seja, a internet deixará de ser como a conhecemos hoje.

Leia também:
A nova sociedade do compartilhamento

Veja também:  PF faz mega operação em Araraquara em busca de suposto hacker invasor do Telegram de autoridades

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum