DESMATAMENTO

Delegado da PF é morto durante operação contra madeireiros em terra indígena

A operação na qual o profissional morreu tinha por objetivo desbaratar a atuação de grupos ilegais em reservas

Delegado da PF é morto durante operação contra madeireiros em terra indígena.Créditos: Divulgação
Escrito en MEIO AMBIENTE el

O delegado da Polícia Federal, Roberto Moreira da Silva Filho, morreu durante uma operação da PF em Aripuanã, em Mato Groso, contra madeireiros realizada nesta sexta-feira (26). 

Roberto Moreira da Silva Filho atuava na repressão a crimes contra o meio ambiente e patrimônio histórico do estado desde setembro de 2021, e estava na corporação desde dezembro de 2020. 

A operação na qual Roberto Filho acabou morto tinha por objetivo barrar o trabalho madeireiros em terras indígenas. 

Segundo informações divulgadas pela Polícia Federal, os agentes estavam abordando caminhões durante a madrugada de sexta (26) para sábado (27), porém, um dos caminhoneiros não parou e jogou o veículo em cima dos policiais, que revidaram com tiros. 

Um dos tiros acabou ricocheteando e acertou o delegado. A operação ocorreu na reserva indígena próxima a Aripuanã, um município a 950 quilômetros da capital de Mato Grosso, Cuiabá. 

A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal, o caso está sendo investigado pela Superintendência Regional do Mato Grosso. "A ADPF presta as mais profundas condolências à família e aos amigos do colega, que tanto engrandeceu a Polícia Federal com sua dedicação", declarou a Associação em nota.