MEIO AMBIENTE

O que é tsunami meteorológico? Entenda fenômeno que atingiu Santa Catarina

Imagens mostram avanço do mar sobre as casas na costa do sul do estado; entenda motivos

Tsunami meteorológico em Santa Catarina assustou moradoresCréditos: Reprodução/Redes Sociais
Escrito en MEIO AMBIENTE el

Neste sábado (11), a cidade de Laguna (SC) foi atingida por um tsunami meteorológico. A água do mar invadiu a costa da cidade em um fenômeno conhecido como tsunami meteorológico.

A praia do Cardoso em Laguna (SC) foi surpreendida pelo fenômeno, que foi relatado pela Defesa Civil de Santa Catarina. Carros estacionados na areia foram atingidos pelo avanço repentino do mar, resultando em cenas de veículos submersos, como evidenciado em imagens divulgadas pela empresa MetSul.

Confira o vídeo:

A causa do fenômeno foi um temporal acompanhado de ventos fortes que causou o aumento do nível do mar. Um vídeo divulgado online revela nuvens carregadas pairando sobre a praia antes da chegada das ondas que invadiram as casas.

O que é um tsunami meteorológico?

Um tsunami meteorológico é um fenômeno de ondas de origem meteorológica semelhante aos tsunamis, que se propagam na água da mesma forma e possuem a mesma dinâmica.

O tsunami meteorológico é causado por perturbações locais na pressão atmosférica associada a sistemas meteorológicos de deslocamento rápido, como frentes de rajadas de vento. Essas perturbações na pressão do ar podem gerar ondas no mar ou amplificar as ondulações existentes e que viajam na mesma velocidade e direção do sistema atmosférico que a provoca.

A maioria dos meteotsunamis são muito pequenos para serem notados, mas uma pequena parcela pode atingir grandes proporções e provocar impactos devastadores como a destruição de estruturas e a inundação costeira.

Comparativamente, entretanto, mesmo os meteotsunamis mais intensos são menos severos do que os tsunamis de origem geológica, causados por sismos, como os ocorridos em 2004 no Oceano Índico e em 2011 em Fukushima, no Japão.