SAIBA COMO AJUDAR

Vaquinha de Pedrinho, filho do indigenista Bruno, atinge quase 1 milhão de reais

A arrecadação representa só a metade da quantia necessária para bancar medicamento contra o câncer que não é oferecido pelo SUS; Ajude

O menino Pedro à esquerda e seu pai, o indigenista Bruno Pereira, à direita.Créditos: Reprodução
Escrito en MEIO AMBIENTE el

A vaquinha virtual de Pedrinho, de 5 anos e filho do indigenista Bruno Pereira, já está quase atingindo os R$ 1 milhão arrecadados nesta sexta-feira (5). O salto da noite de ontem, quando as doações estavam em torno de R$ 30 mil, para hoje, é impressionante e reflete a solidariedade que deve nos mover enquanto humanidade. No começo da tarde o saldo aponta R$ 933 mil.

Mas apesar do valor ser alto, ainda representa apenas a metade da quantia necessária para bancar o tratamento que o menino precisa tomar em sua luta contra o câncer. Os principais medicamentos só existem fora do Brasil, são caríssimos e ainda não são oferecidos pelo SUS.

A antropóloga Beatriz de Almeida Matos, viúva de Bruno e mãe de Pedro, lançou a campanha com o objetivo de salvar a vida do filho. O menino foi diagnosticado no ano passado com neuroblastoma em estágio 4. Um tipo de câncer muito agressivo.

"Depois de 5 meses fazendo quimioterapia em hospital público, a luta do Pedro é para que o câncer não se espalhe. Isso só pode ser evitado com um medicamento caríssimo, que tem de ser importado e não é oferecido pelo SUS", explica o texto divulgado na página da vaquinha.

O texto relembra a trajetória de Bruno Pereira e faz um apelo para que o público contribua com a campanha, uma vez que o próprio pai de Pedro deu sua vida em prol da Amazônia e do futuro da humanidade. A campanha já está sendo apoiada por importantes personalidades ligadas às causas indígena e ambiental, como a jornalista Eliane Brum que há décadas se dedica a noticiar a situação da Amazônia.

"Pedro é filho de Bruno Pereira, um dos indigenistas mais combativos do Brasil, assassinado covardemente em junho de 2022. Um crime que comoveu o mundo e indignou o país. Bruno dedicou a vida à Amazônia. Denunciou o garimpo ilegal e a pesca predatória. Combateu o desmatamento e a grilagem de terras. Enfrentou os invasores das áreas protegidas. Lutou pelos povos indígenas. Defendeu a floresta, o nosso futuro e o futuro dos nossos filhos. Agora, a batalha do Pedro, o filho do Bruno, é pela vida. E o Brasil pode salvar o Pedro. Vamos salvar o Pedro. Entra nessa vaquinha. Colabore como puder. Pedro é filho do Bruno. Pedro é filho da Beatriz. Pedro é nosso filho. É filho do Brasil. Salvem Pedro".

Clique aqui para acessar a vaquinha