No Dia do Meio Ambiente, animação mostra Ricardo Salles sendo “derrubado” pela floresta: “Um sonho”; assista

Stop motion feito pela página Sinal de Fumaça em parceria com o artista Mundano pede a prisão do ministro por crimes contra a humanidade

Neste sábado (5), comemora-se o Dia Mundial do Meio Ambiente. Para marcar a data, a página Sinal de Fumaça, que monitora ações do poder público em resposta à crise ambiental, fez em parceria com o artista Mundano uma animação em stop motion para pedir a saída de Ricardo Salles do Ministério do Meio Ambiente e sua condenação por crimes contra a humanidade.

No vídeo, um boneco representando Salles aparece incendiando a floresta e, ao final, sendo derrubado pelas árvores que ele teria ajudado a desmatar, com um tronco sentenciando seus “crimes contra a humanidade”.

“Afinal, a gente vive o contrassenso de ter um Ministério do Meio Ambiente que atua como inimigo declarado da proteção ambiental”, diz a postagem da Sinal de Fumaça sobre a animação, que elenca quais seriam as funções de um ministro do Meio Ambiente e atesta: “Ricardo Salles faz exatamente o contrário”.

Em seu perfil no Twitter, o artista Mundano, que participou da produção da animação, disse que está “muito animado com Salles indo para a cadeia”.

Assista ao stop motion.

Investigação e pedido de afastamento

Alexandre de Moraes, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), solicitou, nesta sexta-feira (4), que a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifeste a respeito de um pedido, apresentado à Corte, de afastamento de Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente.

O processo apura ações do ministro do Meio Ambiente, no âmbito da Operação Akuanduba, autorizada por Moraes. Antes de decidir sobre o pedido, ele pediu a avaliação da PGR.

Os autores do pedido de afastamento do ministro utilizam como argumento a informação de que Salles não entregou o aparelho de celular à Polícia Federal (PF). O equipamento foi alvo de mandado de busca e apreensão.

O ministro é acusado de envolvimento com contrabando de madeira oriunda de desmatamento ilegal e de atrapalhar ações de fiscalização ambiental.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR