Salles ignora reunião do Conselho da Amazônia e irrita Mourão: “Falta de educação”

O ministro do Meio Ambiente é investigado por suspeita de participar de um esquema de exportação ilegal de madeira e por movimentações financeiras atípicas

Alvo de investigações por suspeita de participar de um esquema de exportação ilegal de madeira e por movimentações financeiras atípicas, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, desagradou o vice-presidente da República, Hamilton Mourão. O titular da pasta não compareceu à reunião do Conselho da Amazônia, nesta quarta-feira (26).

O gesto provocou críticas públicas de Mourão, presidente do conselho. Ele reclamou da ausência do “ministério mais importante”, ressaltando que Salles, sequer, mandou um representante, e disse: “Falta de educação”.

“Nós precisamos de cooperação. Eu conversei com ministérios aqui presentes. Lamento profundamente a ausência do ministério mais importante, que não compareceu à reunião hoje e nem mandou representante, que é o Ministério do Meio Ambiente. Lamento profundamente. Da forma que eu fui formado eu considero isso falta de educação”, destacou Mourão.

Obstáculo

O investigado Salles tenta se garantir no cargo por meio do apoio de Jair Bolsonaro. Porém, Mourão fala internamente que o ministro se transformou em um obstáculo para a relação do país com parceiros internacionais.

O vice admitiu, nesta quarta, que os índices de desmatamento no Brasil “pioraram” nos meses de março e abril e afirmou, ainda, que “a situação também não está boa” em maio.

Com informações da Folha de S.Paulo

Avatar de Lucas Vasques

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR