“A verdade nua”: Repórteres Sem Fronteiras coloca imagem de Bolsonaro nu em ação contra fake news

ONG acusa o presidente de contribuir para o aumento de mentiras em circulação e defende o direito à informação confiável no Brasil durante a pandemia

A organização não governamental Repórteres Sem Fronteiras lançou nesta segunda-feira (22) a campanha de comunicação “A verdade nua”, feita em parceria com a agência BETC Paris, cujo objetivo é alertar sobre “alegações fantasiosas ou manipuladoras” do presidente Jair Bolsonaro durante a pandemia.

Como forma simbólica de confrontar o presidente com a realidade “nua e crua” dos fatos, a campanha mostra uma montagem de Bolsonaro sem roupa e coberto apenas por uma placa que informa o número de casos e mortes de Covid-19 no país.

De acordo com comunicado da ONG, a campanha reforça a importância de conhecer os fatos para compreender a pandemia e poder agir sobre ela, exaltando especialmente o trabalho dos jornalistas durante a crise.

“Essa campanha propositalmente chocante visa despertar as consciências a reagirem aos ataques permanentes do sistema Bolsonaro contra a imprensa, afirmou Christophe Deloire, Secretário-Geral da RSF.

“Os ataques não são apenas moralmente intoleráveis, mas também perigosos para a população brasileira que se vê privada de informações vitais sobre a pandemia. O trabalho dos jornalistas é fundamental para relatar os fatos e informar as pessoas sobre a realidade da crise sanitária. Mais do que nunca, o direito à informação, intimamente ligado ao direito à saúde, deve ser defendido no Brasil”, completou.

Em janeiro, a organização divulgou um relatório que mostra que, em 2020, o presidente Jair Bolsonaro e o seu círculo familiar e político realizaram 580 ofensas a profissionais da comunicação.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) aparece na liderança com 208 ataques aos trabalhadores da imprensa; em seguida, vem o presidente Bolsonaro com 103 ataques; e em terceiro lugar aparece Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), com 89 ataques.

Avatar de Luisa Fragão

Luisa Fragão

Jornalista.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR