André Marinho deixa a Jovem Pan após pergunta sobre rachadinha para Bolsonaro

Humorista também chamou o presidente de tchutchuca e fez Temer gargalhar em jantar

O humorista André Marinho vai deixar a Jovem Pan, uma semana após perguntar ao vivo ao presidente Jair Bolsonaro sobre rachadinhas, na estreia da Jovem Pan News como canal de televisão. “Rachador tem que ir para a cadeia?”, questionou. Irritado, Bolsonaro afirmou que não responderia ao que chamou de provocações.

“Ô, Marinho, você sabe que eu sou presidente da República, eu respondo sobre os meus atos, tá ok? Não vou aceitar provocação tua. Não vou aceitar. Não vou aceitar. O teu pai [Paulo Marinho] é o maior interessado na cadeira do Flávio Bolsonaro. O teu pai quer a cadeira do Flávio Bolsonaro. Eu decidi com o Flávio indicar teu pai. Não tem mais conversa contigo”, disse o presidente.

Marinho, então, afirmou: “É isso! É tigrão com humorista e tchutchuca com o STF”. Em seguida, o presidente abandonou a entrevista, enquanto o bolsonarista Adrilles Jorge, comentarista da emissora, discutia com o humorista.

O pai de André é o empresário Paulo Marinho, suplente de Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) no Senado. Após a entrevista, ele mandou um recado com tom de ameaça a Jair Bolsonaro. Rachado com o presidente desde o primeiro ano do governo, Marinho citou o ex-ministro Gustavo Bebianno ao comentar a forma como o chefe do Executivo reagiu diante da pergunta sobre rachadinhas.

“Você lembra do nosso amigo Gustavo Bebianno? Talvez você já tenha esquecido. Mas ele não lhe esqueceu, pode ter certeza disso. Quando você estiver chorando no banheiro do palácio, lembre disso, ele não lhe esqueceu”, disparou Paulo Marinho.

A informação de que o humorista pediu demissão da Jovem Pan foi anunciada por Emilio Surita no “Pânico” desta quinta-feira (4) Segundo Surita, as portas estarão sempre abertas para Marinho.

Enquanto Marinho deixa a emissora, a Jovem Pan acaba de contratar o ex-ministro Ricardo Salles, Alexandre Garcia e Caio Coppolla, todos defensores do presidente.

André Marinho foi o humorista que imitou Bolsonaro em jantar na casa do empresário e especulador libanês Naji Nahas, que fez Michel Temer gargalhar.   

Avatar de Dri Delorenzo

Dri Delorenzo

Jornalista, especializada em Meio Ambiente e Sociedade (FESPSP) e mestre em Comunicação Digital pela UFABC. É editora executiva da Revista Fórum.