Ao vivo, Natuza Nery enfrenta senador da tropa de choque de Bolsonaro: “O senhor não vai fazer comigo o que faz na CPI”

Marcos Rogério (DEM-RO) ficava interrompendo a jornalista enquanto defendia as aglomerações de Bolsonaro; assista

A jornalista Natuza Nery, da GloboNews, teve que subir o tom contra o senador governista Marcos Rogério (DEM-RO), para fazer com que ele parasse de interrompê-la em uma entrevista ao vivo nesta sexta-feira (28).

Rogério, que é membro da CPI do Genocídio que apura as omissões do governo que defende no Senado, rebatia as críticas de Natuza por conta do incentivo que fez à manifestação bolsonarista do último domingo (23), no Rio de Janeiro, que causou forte aglomeração.

“Ali é manifestação do povo, há garantias constitucionais para isso. Se insurgir contra movimentos democráticos me parece que vai contra a Constituição”, disse o senador.

A jornalista, então, começou a responder, dizendo que “não é isso, senador”, ao que foi interrompida pelo parlamentar. “Se fossem movimentos para pedir o impeachment de Bolsonaro certamente muitos aí estariam aplaudindo”, disse Rogério, que é um dos membros da chamada “tropa de choque” de Bolsonaro no Congresso.

Foi neste momento que Natuza Nery subiu o tom contra o parlamentar: “Senador, não é verdade, o senhor não vai fazer aqui o que o senhor faz na CPI comigo. Não há nenhuma justificativa para defender aglomeração independente da pauta. Não é razoável defender aglomeração com qualquer cor partidária”.

Marcos Rogério seguiu interrompendo a jornalista, afirmando que sua emissora defende outras situações em que há aglomeração e, mais uma vez, Natuza criticou a postura do senador. “O senhor vai me deixar concluir ou o senhor vai fazer comigo o que faz com as senadoras mulheres na CPI? Eu vou concluir, aí o senhor rebate do jeito que o senhor quiser”.

A âncora do programa, Maria Beltrão, interviu e chamou um intervalo comercial.

Assista.

Publicidade

Publicidade

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR