Aos prantos, Dona Déa Lúcia, mãe de Paulo Gustavo, desabafa no Fantástico: “Roubar na pandemia é assassinato”

Ator que faleceu na última terça-feira (4) em decorrência da Covid-19 tem entre seus principais personagens a Dona Hermínia, inspirada em sua mãe

A mãe de Paulo Gustavo, em entrevista ao Fantástico, da Globo, neste domingo (9), caiu aos prantos ao falar sobre a morte do filho e homenageá-lo. O ator faleceu na última terça-feira (4), após quase 2 meses internado, em decorrência da Covid-19.

Em determinado momento da entrevista, Dona Déa Lucia desabafou: “Corrupção mata. E roubar na pandemia é assassinato”.

“Vou lutar agora e vou falar o tempo todo (…) A pandemia, a cada morte de um filho, eu chorava por essa mãe sem saber que meu filho ia passar por isso”, disse ainda.

A mãe de Paulo Gustavo é a inspiração de um dos principais personagens do ator, a Dona Hermínia.

Homenagem de dia das mães

O médico Thales Bretas, marido de Paulo Gustavo, prestou homenagem à mãe e ao ator, neste domingo (9), Dia das Mães. Ele postou uma foto de Gustavo vestido como a personagem mais famosa de sua carreira, Dona Hermínia. Na imagem, o humorista está dando mamadeira a um dos filhos do casal.

“As duas maiores mães da minha vida! A primeira é a maior do Brasil. Mas representou para mim um ‘pãe’ tão atencioso, carinhoso e dedicado. Na foto ele amamentava Gael no set de filmagem! Te amo PG!”, escreveu.

Em seguida, Bretas saudou sua mãe, Solange Bretas. “A outra é minha mãezinha quando conheceu os netos, a continuação da nossa família. Como você foi sempre presente e amorosa todo o tempo comigo! Tenho certeza que deu tudo o que pode. Te amo!! Amo vocês para sempre!”.

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista e repórter especial da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR