Cinegrafista da Globo é demitido por assédio sexual à colega no Japão

O repórter cinematográfico Mikael Fox estava na emissora há 15 anos e participava da equipe de esporte que desde o início do mês cobre as Olimpíadas de Tóquio

O repórter cinematográfico Mikael Fox foi acusado de assediar sexualmente uma produtora da TV Globo no hotel onde parte da equipe está hospedada no Japão para a cobertura das Olimpíadas de Tóquio. Por conta disto, ele foi enviado de volta para o Brasil, neste sábado (17), e demitido assim que desembarcou em solo nacional.

Fox estava em Tóquio com a equipe desde o início do mês preparando reportagens para a cobertura do grupo sobre os Jogos – a cerimônia de abertura está marcada para a próxima sexta-feira (23).

O cinegrafista teria assediado uma produtora numa reunião informal realizada entre a equipe num dos quartos do hotel, de acordo com a Veja Rio. A direção da emissora recebeu a informação de assédio e confirmou a acusação com a vítima. Logo após, o cinegrafista foi enviado de volta ao Brasil, onde ele foi demitido.

O departamento de Comunicação da TV Globo enviou à Veja Rio a seguinte nota oficial:

“Por decisão da Globo, que não foi tomada por nenhum profissional do time que está em Tóquio, o repórter cinematográfico Mikael Fox não faz mais parte do time de Esporte da empresa. Sobre os questionamentos de compliance, a Globo não comenta assuntos de Ouvidoria, mas reafirma que todo relato de assédio, moral ou sexual, é apurado criteriosamente assim que a empresa toma conhecimento. A Globo não tolera comportamentos abusivos em suas equipes.”

Fox estava no Grupo Globo há 15 anos e já trabalhou nos principais telejornais da emissora, como o Jornal Nacional, Fantástico, Profissão Repórter e Globo Repórter, entre outros.

Em sua conta no Linkedin, ele diz ter exercido os cargos de produtor de conteúdo, diretor de fotografia, repórter cinematográfico e produtor “no seleto grupo de Esportes da TV Globo no Rio de Janeiro”.

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR