O que o brasileiro pensa?
01 de julho de 2020, 21h29

Confrontada, Secom apaga vídeo de Bolsonaro com brasileiros ‘fake’ e justifica: “Peça inacabada”

Fórum questionou a Secretaria de Comunicação do governo sobre um vídeo que apresentava fotos de bancos de imagem da internet como se fossem brasileiros conversando com o presidente e, sem justificativa plausível, pasta respondeu informando que retirou o vídeo do ar

Reprodução

A Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom) do governo Bolsonaro resolveu retirar do ar um vídeo em que o presidente aparece conversando com supostos cidadãos brasileiros ao telefone.

Divulgado no perfil do próprio Bolsonaro, o vídeo intitulado “Alô, presidente” simulava uma conversa do presidente ao telefone com duas pessoas do Nordeste, mas as imagens associadas a essas pessoas foram retiradas de banco de imagens de modelos para fins publicitários na internet.

Fórum confrontou a Secom com a informação de que as fotos que aparecem no vídeo não são de cidadãos que de fato conversaram com Bolsonaro e, em resposta, a pasta informou que “trata-se de uma peça piloto inacabada que não deverá ser veiculada”, adicionando ainda, sem maiores explicações, que o vídeo foi retirado do ar.

“O vídeo publicado no dia de hoje, 1° de julho, nas redes sociais pessoais do presidente Jair Bolsonaro, trata-se de uma peça piloto inacabada que não deverá ser veiculada, não possuindo, portanto, caráter oficial. De todo modo, a fim de sanar qualquer tipo de distorção dos fatos, o vídeo foi retirado do ar”, diz a nota.

Entenda

Em uma tentativa de mostrar proximidade de Jair Bolsonaro com os brasileiros, o governo divulgou em suas redes oficiais, nesta terça-feira (1), um vídeo em que mostra o presidente, supostamente, falando por telefone com duas pessoas do Nordeste sobre obras executadas recentemente na região.

Intitulado “Alô, presidente”, o vídeo, divulgado no perfil do próprio Bolsonaro, traz um som de toque de celular para dar a entender que o capitão da reserva estaria recebendo telefonemas das pessoas.

“Alô, presidente. Aqui é Maria Eulina. Eu queria saber como tá o projeto de transposição do Rio São Francisco aqui no Ceará”, diz uma voz com um som de quem está falando ao telefone, antes de ser respondida por Bolsonaro, com uma foto da suposta Maria Eulina. Acontece que a foto que aparece no vídeo faz parte do banco de imagens iStock, e é vendida por R$ 45. Com uma simples busca no Google por “mulher idosa sorri adulta” é possível encontrar a foto.

O mesmo se observa no segundo personagem do vídeo, que é identificado como Francisco Valmar, de Parnamirim, no Rio Grande do Norte. A imagem associada a ele também é encontrada em um banco de imagens, o Shutterstock. A imagem, inclusive, é associada em um site estadunidense ao mecânico de caminhões Michael Hickman.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum