‘Cubaninha’ da Jovem Pan acusa Macron por aborto, legalizado dois anos antes dele nascer

Baixa qualidade e descompromisso da emissora bolsonarista em conferir fatos fez com que ela batesse em zero de audiência no último domingo; veja o vídeo aqui

A comentarista da Jovem Pan News, Zoe Martinez, conhecida como “Cubaninha”, indignada com o fato do presidente da França, Emmanuel Macron, ter recebido com honras de Chefe de Estado o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou no programa Morning Show que ele legalizou o aborto no país.

O aborto na França, no entanto, foi legalizado em 1975, dois anos antes de Macron nascer. Veja o vídeo abaixo:

Ressuscitou Chirac

Apenas 24 horas antes, Bruna Torley, outra comentarista da emissora, afirmou durante o programa 3 em 1, que Lula gostaria de se encontrar, em sua passagem por Paris, com, entre outros, o ex-presidente francês Jacques Chirac.

A incauta comentarista, no entanto, esqueceu de avisar aos ouvintes que, para tal, seria necessária uma sessão de mesa branca, pois Chirac morreu em 26 de setembro de 2019.

Audiência zero

O descompromisso de seus comentaristas em conferir fatos parece ter esbarrado na falta de credibilidade da emissora. A Jovem Pan News entrou no ar no dia 27 de outubro com uma entrevista com o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido).

Mesmo com todo o apoio presidencial, ela chegou a marcar zero de audiência no final de semana.

Segundo dados de audiência do TV Pop, a Jovem Pan News registrou média de zero ponto zero (0.0) no último domingo (14). O canal não conseguiu espectadores suficientes para alcançar um 0.1.

Para chegar ao índice, seriam necessárias ao menos 35.800 pessoas por minuto assistindo ao canal de TV fechada.

Publicidade

Com esse desempenho pífio, a Jovem Pan News ficou atrás de GloboNews, Record News, CNN Brasil e BandNews na média diária.

Comentarista da Jovem Pan News fala em “matar judeus”

Estas não foram as únicas bolas fora da emissora. José Carlos Bernardi, autointitulado “comentarista cristão”, fez comentário com tom antissemita na terça-feira (16) durante debate transmitido ao vivo na Jovem Pan News. Bernardi sugeriu que a morte de judeus ajudaria o Brasil a enriquecer e associando o sucesso econômico da Alemanha ao Holocausto – o genocídio promovido pelos nazistas que vitimou 6 milhões de judeus na Segunda Guerra Mundial.

Publicidade
Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR