Demitido da CNN, Alexandre Garcia promove canal de fake news no Youtube

Em maio deste ano, Alexandre Garcia apagou ou escondeu 429 vídeos em que fazia a defesa do tratamento da Covid-19 com cloroquina temendo virar alvo da CPI

Demitido da CNN Brasil nesta sexta-feira (24) após mentir mais uma vez sobre o chamado “tratamento precoce” da Covid-19 em seu quadro “Liberdade de Expressão”, o bolsonarista Alexandre Garcia está promovendo nas redes seu canal no Youtube, onde faturou quase R$ 70 mil até junho deste ano divulgando fake news.

“Você que me acompanhava todos os dias só no “Liberdade de Opinião” da CNN, agora pode continuar me seguindo diariamente no meu canal do YouTube”, tuitou o ex-apresentador da Globo, sem entrar em detalhes sobre sua demissão da CNN.

Com quase 2 milhões de inscritos, o canal de Alexandre Garcia é um dos principais propagadores de notícias falsas e suas teses mentirosas, que foram banidas da CNN, são compartilhadas até mesmo por Jair Bolsonaro (Sem partido).

Em maio deste ano, Garcia apagou ou escondeu 429 vídeos em que fazia a defesa do tratamento da Covid-19 com cloroquina temendo virar alvo da CPI.

Notícias relacionadas

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR