sábado, 24 out 2020
Publicidade

Dimenstein detona Augusto Nunes e lembra que ele tem telhado de vidro

O jornalista Gilberto Dimenstein, fundador do Catraca Livre, publicou um artigo nesta segunda-feira (2) condenando a declaração do comentarista político Augusto Nunes sobre os filhos de Glenn Greenwald, editor do The Intercept Brasil, e David Miranda, deputado federal (PSOL-RJ). Dimenstein disse que perdeu totalmente respeito por Nunes, quem ele diz nunca ter concordado, mas sempre tratado respeitosamente, e destacou que o comentarista tem teto de vidro.

“Lamento dizer que ele não merece mais meu respeito – e suponho que de nenhum jornalista sério. Ele se meteu onde não deveria se meter: na vida familiar de Glenn Greenwald, responsável pelo vazamento dos diálogos de Sérgio Moro e dos procuradores. Augusto Nunes pediu a intervenção do juizado de menores”, declarou.

Dimenstein considera que Nunes foi muito baixo ao citar os filhos do casal e destacou que o comentarista não pode falar muito da vida alheia. “Foge até das normas dos mafiosos de preservar os filhos dos inimigos. Ele pode criticar quanto quiser Glenn e Davi Miranda. Mas deveria deixar os filhos de fora. Até porque, como sabemos, Augusto tem telhando de vidro em sua vida pessoal”.

Glenn respondeu ao comentário de Nunes afirmando que o que ele dizia era inaceitável. “Fiz jornalismo em dezenas de países no mundo democrático. Um limite absoluto, até em combate político, é não usar os filhos menores como alvo. A única exceção que conheço é o movimento Bolsonoro e esse lixo do JP e Veja: se 2 pais trabalham, o Estado deve investigar seus filhos?”, publicou em seu Twitter.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.