Em 1985, Marcelo Tas recebeu “chamado à revolução” ao tentar fazer humor em Cuba

O jornalista que causou polêmica no Roda Viva encarnou Ernesto Varela na ilha caribenha e fez piadas com a população

O jornalista Marcelo Tas, que causou polêmica no Roda Viva após dizer que não há humorista em Cuba e na China, já fez humor em Cuba. Em 1985, ele encarnou o repórter Ernesto Varela na ilha caribenha, fez piadas com a população e ainda registrou um chamado à revolução.

Nas redes sociais, internautas resgataram vídeos compartilhados pelo próprio Tas no YouTube que mostram trechos da passagem do jornalista por Cuba. Em um dos vídeos, moradores fazem piadas com a polícia local.

Um outro registro mostra um cubano questionando os brasileiros de porque não se inicia uma revolução no país. “Por que vocês tem um regime caótico, porque a maioria dos habitantes vivem em submissa opressão. Por que vocês não se rebelam completamente para, então, serem livres como nós?”, disse o homem após “Varela” pedir que o cubano fizesse uma pergunta ao Brasil.

Tas, surpreso questiona, rindo: “Você está sugerindo uma revolução para os brasileiros?”.

O usuário Matheus Alves, que resgatou o vídeo, ironizou: “Eis aqui o motivo do Marcelo Tas dizer que Cuba é um país ‘triste'”.

Assista:

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e pela América Latina, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum Global

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR