Em artigo, Ruy Castro sugere que Trump e Bolsonaro cometam suicídio

"Para o bem do Brasil, nenhum minuto sem Bolsonaro será cedo demais", diz Ruy Castro, ao sugerir que Bolsonaro imite Trump, caso o presidente dos EUA resolva se matar para tornar-se "ícone eterno dos seguidores idiotizados"

Em artigo na edição deste domingo (10) da Folha de S.Paulo, o jornalista e escritor Ruy Castro sugere a Donald Trump e Jair Bolsonaro (Sem Partido) que cometam suicídio.

Citando o caso de Getúlio Vargas, que suicidou-se em 1954 com um tiro no coração e deixou uma carta em que diz que deixa “a vida para entrar na história”, o escritor diz que essa seria uma saída capaz de fazer de Trump “um herói, um mártir, um ícone eterno para seus seguidores idiotizados”.

“Se Trump optar pelo suicídio, Bolsonaro deveria imitá-lo. Mas para que esperar pela derrota na eleição? Por que não fazer isso hoje, já, agora, neste momento? Para o bem do Brasil, nenhum minuto sem Bolsonaro será cedo demais”, escreve Castro no artigo, dizendo que Bolsonaro repete “como um papagaio” a tese de fraude nas eleições de Trump como modo de justificar uma possível derrota em 2022.

Leia o artigo na íntegra

Notícias relacionadas

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.