Fátima Bernardes e Ana Maria Braga: Globo nega que vá mudar horário de apresentadoras

A emissora, no entanto, não negou os baixos índices de audiência do programa Encontro e se limitou a dizer que tudo não passa de especulação

A Rede Globo negou através de nota da sua assessoria de Comunicação, nesta quarta-feira (17), que a apresentadora Ana Maria Braga vai assumir o horário da colega Fátima Bernardes nas manhãs da emissora, conforme informado pela Fórum.

A emissora, no entanto, não desmentiu os índices de audiência dos dois programas e se limitou a dizer as mudanças na grade, dentro do contexto em que foram divulgadas, não passavam de especulação.

Triplo de faturamento

Informações da Rede Band FM dão conta que Ana Maria Braga tem o triplo de faturamento de Fátima Bernardes. Nos últimos anos, o Encontro tem sofrido desgaste por conta do conteúdo.

Ana Maria Braga entrega o horário com 8 pontos, e, em poucos minutos, o Encontro derruba para 6 pontos. A perda de 25% da audiência ainda conta com a concorrência do SBT e da Record encostando na disputa pelo Ibope.

Além disso, os afastamentos constantes de Fátima Bernardes em função de tratamento de saúde têm incomodado os anunciantes.

As mudanças negadas

A Band FM informa – o que foi negado pela Globo – que Ana Maria Braga deveria assumir o horário de Fátima Bernardes nas manhãs da TV. O programa Mais Você passaria a ser exibido das 10h ao meio-dia enquanto o Encontro deverá, além de ser encurtado em 40 minutos, ir para o horário da tarde.

A programação da tarde contaria com o Jornal Hoje um pouco menor, terminando às 13h45, passando para a Sessão da Tarde. O Encontro entraria por volta das 15h20, indo até às 16h.

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR