sexta-feira, 18 set 2020
Publicidade

Fundador de ONG que sofreu ação da Polícia Civil no Pará participa do Roda Viva

O médico Eugênio Scannavino, fundador do Projeto Saúde e Alegria, será o próximo entrevistado do ‘Roda Viva’, da TV Cultura. A conversa vai ao ar na próxima segunda-feira (9), às 22h. A organização foi um dos alvos da operação “Fogo no Sairé” da Polícia Civil, que também prendeu preventivamente quatro integrantes da Brigada de Incêndio de Alter do Chão por três dias.

O Saúde e Alegria foi surpreendido com a ação de busca e apreensão da Polícia no dia 26 de novembro, sem uma justificativa plausível. “A Polícia Civil chegou no nosso escritório de uma forma truculenta, armada com metralhadora, sem a gente saber por que, sem saber qual a acusação e, inclusive, sem decisão judicial e com um mandado de apreensão sem definir o quê, pra quê, sem as especificidades conforme o bom direito rege”, comentou Scannavino ao Brasil de Fato na ocasião.

Diversas organizações se manifestaram contra a ação em abaixo assinado. “O Projeto Saúde e Alegria – PSA – é uma instituição civil sem fins lucrativos que atua em comunidades tradicionais da Amazônia desenvolvendo programas integrados na área de organização social, saúde, saneamento básico, direitos humanos, meio ambiente, geração de renda, educação, cultura e inclusão digital, visando melhorar a qualidade de vida e o exercício da cidadania. A Arte, o Lúdico e a Comunicação são seus principais instrumentos de educação e mobilização social”, diz trecho do texto.

Entre os signatários estão o MST, a Frente Brasil Popular Transxingu, o Instituto Socioambiental (ISA), o Instituto Vladimir Herzog, o Greenpeace Brasil, o Observatório do Clima, a ABJD – Núcleo Pará, além de diversos sindicatos rurais e organizações ambientalistas de todo o Brasil.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.