O que o brasileiro pensa?
13 de maio de 2020, 21h57

JN , da Globo, diz que depoimento de militares contradizem Bolsonaro

Segundo Luiz Eduardo Ramos e Augusto Heleno, Bolsonaro reclamou da Polícia Federal na reunião do dia 22 de abril

O apresentador William Bonner, no Jornal Nacional, da TV Globo (Foto: Reprodução/YouTube)

O Jornal Nacional, da TV Globo, exibiu nesta quarta-feira (13) trechos de depoimentos prestados por ministros, delegados da Polícia Federal e da deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) no inquérito que investiga o presidente Jair Bolsonaro. O telejornal destacou as contradições entre as declarações dos militares e do presidente.

“Depoimentos dos ministros Luiz Eduardo Ramos e Augusto Heleno contradizem o presidente”, disse o apresentador William Bonner.

Reportagem de Camila Bonfim mostrou o presidente dizendo que não existem as palavras “Polícia Federal” e “Superintendência” no vídeo da reunião e que só tratou da segurança da família, mas apontou algumas divergências dos ministros.

A reportagem destaca que os ministros Ramos, da Secretaria de Governo, e Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional, disseram que Bolsonaro mencionou a PF ao reclamar de relatórios de inteligência.

Sobre uma troca ministerial, a repórter apontou que o ministro Walter Braga Netto, da Casa Civil, afirmou que Bolsonaro “demonstrou que queria fazer uma mudança” na segurança, mas que achou não seria na PF. Já Heleno disse que Bolsonaro afirmou que poderia trocar um diretor e até um ministro, sem dizer de quem estaria tratando. Ramos ainda acrescentou que o presidente olhou para o ministro Augusto Heleno quando falou em troca.

O telejornal ainda exibiu trechos de depoimento dos delegados Carlos Henrique, ex-chefe da Superintendência da Polícia Federal no Rio de Janeiro (SPRJ), e Alexandre Saraiva, favorito de Bolsonaro para assumir a SPRJ e chefe da SP do Amazonas. Declarações de Zambelli também foram mostradas.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum