quarta-feira, 23 set 2020
Publicidade

Jornal Nacional abre edição com trechos do vídeo de crimes de Bolsonaro e ministros

O Jornal Nacional, da TV Globo, desta sexta-feira (22) deu grande destaque ao vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, que teve o sigilo levantado pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal.

Logo na escalada do telejornal, declarações do presidente, dos ministros Abraham Weintraub, Damares Alves e Ricardo Salles foram exibidas.

Segundo o apresentador William Bonner, Bolsonaro fez “queixas, cobranças e impropérios” e a gravação “revela ideias antidemocráticas de ministros” como a defesa da prisão de ministros do Supremo e governadores.

Logo na abertura, telejornal destacou a quantidade de palavrões e insultos proferidos pelo presidente Jair Bolsonaro e a aguardada frase em que o ex-capitão estaria pressionando Sérgio Moro para promover mudanças na Superintendência da Polícia Federal do Rio de Janeiro.

“Já tentei trocar gente da segurança nossa no Rio de Janeiro, oficialmente, e não consegui! E isso acabou. Eu não vou esperar foder a minha família toda, de sacanagem, ou amigos meu, porque eu não posso trocar alguém da segurança na ponta da linha que pertence a estrutura nossa. Vai trocar! Se não puder trocar, troca o chefe dele! Não pode trocar o chefe dele? Troca o ministro! E ponto final! Não estamos aqui pra brincadeira”, disse Bolsonaro em trecho abertura do jornal.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.