terça-feira, 29 set 2020
Publicidade

Jornal Nacional comenta invasão à Globo e Renata Vasconcellos pede paz

O Jornal Nacional, da TV Globo, tentou apaziguar os ânimos sobre o episódio do homem que invadiu a sede da emissora nesta quarta-feira (10) com uma faca e fez a repórter Mariana Araújo de refém.

“O homem estava perturbado, ele exigia ver Renata Vasconcellos porque é o aniversário dela e ficava repetindo isso o tempo todo”, afirmou o apresentador William Bonner.

Segundo o jornalista, o coronel Heitor Henrique Pereira, da PM, negociou com o criminoso e fez com que Renata Vasconcellos chegasse ao local. “Quando o invasor viu a Renata, ele na hora soltou a arma, libertou a Marina Araújo e foi preso que ninguém tenha se ferido, felizmente”, completou Bonner.

Mais cedo, a emissora desmentiu informações que circularam nas redes sociais de que o ataque teve motivação política. “Foi obra de alguém com distúrbios mentais, sem nenhuma conotação política”, disse a Globo em nota.

“Vida que segue, desejo a todos paz”, comentou Vasconcellos sobre o episódio.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.