O que o brasileiro pensa?
29 de junho de 2020, 22h29

Jornal Nacional faz longa matéria sobre racismo e entrevista Djamila Ribeiro e Silvio Almeida

Diretor de Jornalismo da Globo, Ali Kamel, é autor do livro "Não Somos Racistas", obra que ataca a luta antirracista no Brasil

Reprodução/TV Globo

O Jornal Nacional, da TV Globo, reproduziu uma longa reportagem nesta segunda-feira (29) sobre métodos de educação antirracista e deu destaque ao debate sobre racismo estrutural no Brasil.

“Nesse momento em que milhões de pessoas no Brasil inteiro tem, mais um vez, levantado a voz contra o racismo, especialistas lembram que a discriminação vai além da violência, vai além das agressões verbais”, disse o apresentador William Bonner na abertura da reportagem.

A filósofa Djamilla Ribeiro e o jurista Silvio Almeida foram entrevistados na matéria que buscou tratar sobre o racismo estrutural e a importância de se abordar a problemática desde a escola.

“É um primeiro passo empunhar a bandeira e se colocar como antirracista, mas o segundo passo vem, com certeza, com ações concretas. O Brasil é um país que todo mundo admite que há racismo, mas ninguém se assume racista”, afirmou Ribeiro. A autora de “Pequeno Manual Antirracista” ainda questionou a ausência de negros nos espaços de poder e apontou que há um benefício estrutural para pessoas brancas.

Em seguida, Almeida, autor do livro Racismo Estrutural, destacou que “só existe racismo porque existem relações de poder que são relações assimétricas, desiguais”. “A luta contra o racismo é uma luta contra tudo aquilo que tira a possibilidade das pessoas poderem construir sua vida coletivamente e planejar o seu destino. A luta antirracista é de todo mundo contra os racistas”, afirmou.

A reportagem, conduzida por Alan Severiano e Andreza Oliveira, foi elogiada nas redes sociais, mas também trouxe questionamentos sobre a postura do editor-chefe do Jornalismo da Globo, Ali Kamel. Kamel é autor do livro “Não Somos Racistas”.

O ativista Preto Zezé, presidente da Central Única de Favelas (Cufa), foi um dos que elogiou. “Jornal Nacional escancarando racismo como nunca. Seria importante e essencial uma série de entrevistas sobre a quantas anda a agenda de combate às desigualdades raciais nas empresas e no Congresso”, tuitou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum