O que o brasileiro pensa?
14 de julho de 2020, 21h43

Jornal Nacional reproduz, na íntegra, nota de Gilmar Mendes contra militares do governo

Na mensagem, publicada nesta terça-feira, o ministro do STF reforçou as críticas feitas por ele nos últimos dias

Reprodução/TV Globo

O Jornal Nacional desta terça-feira (14) exibiu, na íntegra, uma nota divulgada pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, em razão da polêmica causada pelo magistrado ao  ao criticar o aparelhamento do Ministério da Saúde por membros das Forças Armadas.

Na mensagem, o ministro reforça as críticas feitas aos militares e pede uma “interpretação cautelosa do momento atual”. “Reforço, mais uma vez, que não atingi a honra do Exército, da Marinha ou da Aeronáutica. Aliás, as duas últimas nem sequer foram por mim mencionadas. Apenas refutei e novamente refuto a decisão de se recrutarem militares para a formulação e execução de uma política de saúde que não tem se mostrado eficaz para evitar a morte de milhares de brasileiros”, diz.

O telejornal fez questão de reproduzir o texto completo, lido pela apresentadora Renata Vasconcellos.

O JN apontou que, em razão das críticas, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo, e o comandante do Exército, Edson Pujol,  acionaram a Procuradoria-Geral da República contra o magistrado.

Os militares classificam como uma “acusação grave, além de infundada, irresponsável e sobretudo leviana” a declaração de que de que o Exército “está se associando a um genocídio” pela tomada do Ministério da Saúde pelo chamado Partido Fardado.

O telejornal ainda exibiu as críticas do vice-presidente Hamilton Mourão ao ministro, que cobrou uma retratação nesta terça-feira.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum