Mais um: CNN afasta advogado que debate com Caio Coppolla pelo uso do termo “genocida” contra Bolsonaro

"Não é o exército que é genocida, é o presidente, politicamente falando", disse Marcelo Feller ao comentar sobre declaração de Gilmar Mendes

A CNN Brasil afastou, nesta quinta-feira (16), o advogado Marcelo Feller do programa O Grande Debate. Ao defender o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, Feller disse que o presidente é responsável por um assassinato em massa por omissão.

Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, a decisão da emissora de afastar o profissional veio após críticas do governo Bolsonaro às declarações do comentarista sobre as mortes provocadas pela pandemia do novo coronavírus.

Feller comentou sobre a declaração de Gilmar Mendes de que o Exército estaria se associando a um “genocídio” ao ocupar o Ministério da Saúde e citou dados de pesquisa estatística da Universidade de Cambridge com a FGV que liga comportamento de Bolsonaro a 10% das mortes provocadas durante a pandemia.

“É errado juridicamente falar em genocídio? Sim. Mas social e politicamente, como chamar alguém que é diretamente responsável por pelo menos 7 mil mortes. Não sou eu que estou falando. É o estudo da Universidade de Cambridge e da FGV. Não é o exército que é genocida, é o presidente, politicamente falando”, declarou o advogado.

Questionado pelo comentarista Caio Coppolla se ele estaria acusando Bolsonaro de assassinato por omissão, o Feller disse que Bolsonaro foi “absolutamente omisso”.

No mesmo debate, realizado na segunda-feira (13), Coppola questionou se os pesquisadores “entrevistaram os mortos” para saber se houve influência do presidente.

Feller assumiu o Grande Debate após a saída de Augusto Botelho.

Assista:

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Jornalista da Sucursal do Rio de Janeiro da Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR