segunda-feira, 28 set 2020
Publicidade

MBL protesta contra o Facebook com transmissão ao vivo do próprio Facebook

O Movimento Brasil Livre (MBL) realizou, na tarde desta quinta-feira (26), uma manifestação com baixíssima adesão em frente a sede do Facebook na capital paulista. O ato tinha como objetivo protestar contra a decisão da empresa, que retirou do ar 196 páginas e 87 perfis associados ao grupo que, de acordo com a rede social, formavam uma rede de disseminação de fake news.

Para convocar o protesto contra o Facebook, integrantes do MBL, como Kim Kartaguiri, utilizaram transmissões ao vivo do próprio Facebook.

Em um comunicado divulgado na noite de quarta-feira (25), o grupo, que defende a autonomia de empresas privadas e ideias liberais, informou que vai usar “todos os recursos midiáticos, legais e políticos que a democracia nos oferece para recuperar as páginas derrubadas”.

“Não apresentaram um maldito motivo”, afirmou na manifestação de hoje o vereador Fernando Holiday (DEM).

Quem anunciou a retirada das páginas e perfis, no entanto, foi o próprio Facebook, que divulgou o seguinte comunicado: “As ações que estamos anunciando hoje fazem parte de nosso trabalho permanente para identificar e agir contra pessoas mal intencionadas que violam nossos Padrões da Comunidade. Nós estamos agindo apenas sobre as Páginas e os Perfis que violaram diretamente nossas políticas, mas continuaremos alertas para este e outros tipos de abuso, e removeremos quaisquer conteúdos adicionais que forem identificados por ferir as regras”.

Saiba mais aqui.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.