quarta-feira, 23 set 2020
Publicidade

Milícia virtual bolsonarista hackeia grupo de apoio a Glenn Greenwald no Facebook

O “Grupo de Apoio do Jornalista Glenn Greenwald”, criado no dia 13 de junho, pouco depois da primeira reportagem da Vaza Jato publicada pelo The Intercept Brasil, sofreu um ataque e teve seu nome alterado para “Bolsomito 2022”. Mais 250 mil pessoas faziam parte do fórum, que foi alterado na madrugada desta segunda feira (9) por um usuário robô chamado “Luciana Mendes”.

O perfil robô assumiu a administração do grupo, excluiu os outros moderadores e alterou o nome para “Bolsomito 2022” e a descrição para “Moro 2026”. Usuários tem denunciado o hackeamento e pedido que os membros não deixem o fórum. Segundo eles, o objetivo do hacker era exatamente o de desmobilizar.

“NÃO SAIAM DO GRUPO. Ele foi hackeado e mudaram o nome JUSTAMENTE PARA FAZER VOCÊS SAÍREM e nos fazer perder força. É só esperar que já já algum administrador conserta. COPIEM E COLEM essa mensagem abaixo para outros verem”, diz uma mensagem que tem circulado em diversas publicações.

O grupo funcionava principalmente como um fórum de compartilhamento de notícias e opiniões sobre a Operação Lava Jato e o governo de Jair Bolsonaro.

Reprodução/Facebook

Reprodução/Facebook

 

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.