“O Antagonista não era essa central de boataria e lixo tóxico que é hoje”, diz Demori em resposta a Mainardi

O editor do The Intercept Brasil rebateu publicação feita por Diogo Mainardi que reduziu Demori a um "controle remoto" e a um "desconhecido"

O jornalista Leandro Demori, editor do The Intercept Brasil, comentou sobre uma publicação feita por Diogo Mainardi, de O Antagonista e da Crusoé, sobre ele. Comparado a um controle remoto e referido como um “desconhecido”, Demori conta que realmente ajudou o Antagonista no início do site e tinha uma relação boa com Mainardi, tanto que levava o filho do comentarista, Tito, para passear por Venezana Itália, para treinar o italiano.

“Vale ler essa coluna do Diogo (fechada para assinantes). Ele não mente a meu respeito: fui seu cinegrafista quando trabalhei para Globo News na Itália (isso está no meu currículo). Eu realmente tentei levar O Antagonista, em seu começo, para o Medium. E fiz mais, vou contar. Tentar fortalecer o jornalismo alternativo no Brasil sempre foi uma missão que meu dei. O Antagonista não era essa central de boataria e lixo tóxico que é hoje”, tuitou.

“Mandei um e-mail para o Diogo quando soube que ele estava indo morar na Itália. Eu já morava lá. Eu tinha uma dívida moral com ele: quando fui processado por ser editor de um blog crítico ao governo tucano no Rio Grande do Sul, ele se colocou publicamente ao nosso lado. […] Me ofereci para pagar um café. Era como eu podia agradecer. Na conversa, ele me disse que precisava de cinegrafista. Nunca fui cinegrafista, mas era um jovem jornalista expatriado precisando pagar as contas. O emprego (e o dinheirinho) foram muito bem-vindo”, conta.

“Passei quase dois anos com esse trabalho. […] Sabem o que é estranho? Que eu – o desconhecido substituído por um controle remoto – não apenas trabalhava como cinegrafista, mas também passeava com seu filho por Veneza. Tito é um menino lindo e generoso que precisava caminhar para se exercitar, e precisava falar italiano para se adaptar à escola. […] Hoje, lendo a coluna da Crusoé, descobri que Diogo confiou seu filho a um desconhecido”, diz ainda.

No texto publicado na Crusoé, o comentarista diz que Demori “é um personagem irrelevante” da Vaza Jato e “reflete o apodrecimento” da imprensa.

Confira a sequência de tuítes de Demori:

Publicidade

Publicidade

 

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR