sábado, 24 out 2020
Publicidade

Patrimônio de Manuela D’Ávila denunciado pelo Globo é uma caixa de livros mais o equivalente a um apartamento pequeno

Um dia após aparecer liderando as pesquisas para a prefeitura de Porto Alegre, jornal “denuncia” crescimento pífio de patrimônio perfeitamente compatível com os ganhos da candidata

Um dia depois de aparecer liderando pesquisa para a prefeitura de Porto Alegre, Manuela D’Ávila (PCdoB) é protagonista de nota na coluna de Lauro Jardim, no Globo, com o título: “Patrimônio de Manuela D’Ávila cresce 382% em dois anos; só em livros são R$ 69,8 mil”.

Um pouco mais à frente, é explicado que os “R$ 69,8 mil em livros. São dois mil exemplares de R$ 34,90 do livro escrito por ela ‘E se fosse você? Sobrevivendo às redes de ódio e fake news’”. Ou seja, se a autora conseguisse vender todos os exemplares de uma vez, proeza que praticamente nenhum escritor consegue, ela teria o dito patrimônio.

No final das contas, quando revelados os números, o resultado é equivalente a um apartamento pequeno e perfeitamente compatível com os cargos que Manuela ocupou nos últimos anos:

“quando foi candidata à vice-presidência na chapa de Fernando Haddad, Manuela declarou ao tribunal patrimônio de R$ 94,5 mil. Para as eleições deste ano, ela informou possuir bens no valor de R$ 455,5 mil”.

A própria Manuela comentou a nota do Globo em seu Twitter, nesta quinta-feira:

Lidera com folga

Nesta terça-feira foi divulgada a primeira pesquisa oficial, registrada junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sobre a disputa pela prefeitura de Porto Alegre (RS), realizada pela RealTime Big Data.

O estudo mostra que Manuela D’Ávila lidera com folga as intenções de voto. A comunista, que foi candidata a vice de Fernando Haddad (PT) à presidência em 2018, tem 21%, 10 pontos a mais que o segundo colocado, José Fortunati (PTB), que tem 11% das intenções de voto. Na capital gaúcha, o PT abriu mão da cabeça de chapa para fechar uma aliança com Manuela, emplacando Miguel Rosseto como candidato a vice.

Julinho Bittencourt
Julinho Bittencourt
Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.