O que o brasileiro pensa?
10 de abril de 2020, 09h03

Silvio Santos afasta Lívia Andrade após ela dizer que Edir Macedo vende álcool gel ungido por Deus

O dono da emissora já havia suspendido Marcão do Povo, que sugeriu "campo de concentração" para infectados pela Covid-19

Sílvio Santos e Lívia Andrade

Sílvio Santos não está tolerando deslizes ou mancadas em época de coronavírus. O chefão do SBT, conhecido por sua tolerância como os funcionários, não quer que o nome da emissora esteja envolvido em polêmicas políticas e fake news relacionadas ao coronavírus.

O primeiro a levar advertência foi Marcão do Povo, que sugeriu colocar em “campos de concentração” os contaminados pela Covid-19. Silvio Santos é judeu, e isso pegou no calo, o que claramente não aconteceu quando contratou o apresentador logo após ele ter sido demitido da Record por chamar a cantora Ludmilla de “macaca”.

Nos bastidores do SBT, Marcão do Povo é tido como simpático, mas sem competência para estar à frente de um programa jornalístico. Segundo João Batista Jr, da Revista Veja, um colega teria dito que “ele chega no horário, mas não tem bagagem histórica”

O apresentador vai ficar for do por quinze dias como “punição e alerta”. Se pisar na bola de novo, será demitido.

Já Lívia Andrade foi afastada por tempo indeterminado ao comentar, no programa “Fofocalizando” uma notícia falsa sobre a Universal: de que a igreja de Edir Macedo estaria vendendo álcool gel ungido por Deus, que era claramente fake news, já que estava escrito “Uvinersal” na imagem.

Reprodução

Silvio Santos, aos 89 anos, está cumprindo as ordens de ficar de casa, recebendo apenas filhas e netos.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum