Vera Magalhães responde a críticas sobre “escolha muito difícil” entre Bolsonaro e Haddad

Em novembro do ano passado a jornalista defendeu o polêmico editorial do Estadão

A jornalista Vera Magalhães, apresentadora do Roda Viva e colunista do Estado de S. Paulo, rebateu as críticas recebidas em razão de uma postagem feita pela manhã em que ela cobrava que conservadores se posicionassem diante do  ataque misógino  do presidente Jair Bolsonaro contra a jornalista Patricia Campos Mello, da Folha.

A mensagem de Magalhães chamou atenção de muita gente, que foi logo questionar a jornalista pelo editorial do Estadão publicado na véspera da eleição de 2018 que apontava que escolher entre Fernando Haddad e Bolsonaro era “muito difícil”.

“Não escrevo os editoriais do jornal. Minha opinião eu sempre sustentei aqui e nas minhas colunas. E se você acha que tá fazendo um grande papel cívico assim, esculhambando a imprensa: parabéns, está contratando mais 4 anos disso que tá aí”, disse em resposta a um seguidor.

Em novembro de 2019, ela reclamou das críticas feitas ao editorial do Estadão, dizendo que não via “razão para choque ao jornal dizer que a escolha era difícil”. ” Querer atribuir ao PT, depois de tudo, qualquer tipo de superioridade moral, não é razoável. Não contem comigo para isso. E isso em nada significa condescender com tentação autoritária com Bolsonaro”, disse ainda.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR