Mídia

Vídeo: Questionado sobre rachadinha, Bolsonaro abandona entrevista na Jovem Pan

André Marinho, filho do empresário Paulo Marinho, ex-apoiador do presidente, indagou se ele só respondia “pergunta de bajulador”

Compartilhar

Jair Bolsonaro tem o hábito de abandonar entrevistas quando as perguntas não o agradam. O presidente fez o mesmo, nesta quarta-feira (27), mas o curioso é que ele participava de um programa da Jovem Pan, sua apoiadora.

A atitude foi tomada depois de uma forte discussão entre os comentaristas Adrilles Jorge, apoiador de Bolsonaro, de André Marinho, filho do empresário Paulo Marinho (PSDB-RJ) e hoje desafeto do presidente. Em 2018, Paulo foi um dos principais financiadores da campanha bolsonarista, mas se arrependeu.

Bolsonaro era o entrevistado de estreia do Jovem Pan News, canal de notícias do grupo.

O tema da discussão, é claro, era a obsessão maior dos bolsonaristas e da direita, em geral: “O PT não pode voltar. Então, por favor, responda à pergunta que te fiz, cara. Por quê? Só quer pergunta de bajulador?”, afirmou Marinho ao presidente.

Adrilles respondeu, aos gritos, que Marinho estava se referindo a ele como bajulador e passou a gritar. Bolsonaro tentava falar, mas não conseguia, diante da confusão. Então, levantou e deixou o local onde concedia a entrevista.

Rachadinhas

Marinho havia questionado o presidente em relação ao esquema de rachadinhas, tema bem conhecido por Bolsonaro, diante das acusações recebidas por seu filho, o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), de utilizar essa prática enquanto era deputado estadual.

Bolsonaro afirmou que não responderia ao que chamou de provocações.

“Ô, Marinho, você sabe que eu sou presidente da República, eu respondo sobre os meus atos, tá ok? Não vou aceitar provocação sua. Não vou aceitar. Não vou aceitar. O teu pai (Paulo Marinho) é o maior interessado na cadeira do Flávio Bolsonaro. O teu pai quer a cadeira do Flávio Bolsonaro. Eu decidi com o Flávio indicar teu pai. Não tem mais conversa contigo”, disse o presidente.

Ele se referiu ao fato de que Paulo Marinho é suplente de Flávio Bolsonaro no Senado.

Assista ao vídeo:

Ataque de nervos

Paulo Marinho, cuja casa foi o estúdio do programa de TV da campanha de Bolsonaro em 2018, afirmou, em julho de 2021, que o presidente estava à beira de um ataque de nervos diante dos desdobramentos da CPI do Genocídio.

“Conheço a peça. O capitão Bolsonaro está à beira de um ataque de nervos”, disse Marinho. Ele destacou, ainda, que o presidente deve ser preso caso não se reeleja.

“O capitão Bolsonaro vai enfrentar a Justiça. E arrisco dizer que vai ser preso pelos crimes que já cometeu e ainda vai cometer até final do mandato”, acrescentou.

Este post foi modificado pela última vez em 27 out 2021 - 15:52 15:52

Lucas Vasques

Jornalista e redator da Revista Fórum.

Por
Lucas Vasques

Última hora

  • Brasil

Reitor da Unisinos rejeita medalha concedida pelo governo Bolsonaro

Marcelo Fernandes de Aquino recusou a medalha da Ordem de Rio Branco oferecida pelo Itamaraty…

29 nov 2021 - 23:04
  • Fala que eu discuto

O saco do Papai Noel – Por Lelê Teles

"Temem, os fiscais do saco alheio, que Noel, além de encantar crianças ingênuas e senhoras…

29 nov 2021 - 22:42
  • Debates

“Eu vim do Planeta Fome”: Povo negro e a luta contra a insegurança alimentar – Por Verônica Lima

Os dados não mentem: nosso país entrou novamente para o mapa da fome e a…

29 nov 2021 - 22:12
  • Global

Universidade de Columbia faz evento sobre centenário de Paulo Freire com Gilberto Gil e Haddad

Uma das maiores universidades do mundo terá conferência em homenagem aos 100 anos de Paulo…

29 nov 2021 - 22:06
  • Terra em Transe

Encruzilhada: Entre a sombra do pinochetismo e a superação do neoliberalismo – Por Carlos Eduardo Rezende Landim

A eleição sinaliza uma batalha central entre as forças de mobilização ativas desde 2019, e…

29 nov 2021 - 21:59
  • Debates

Nosso futuro está logo ali – Por Paulo Nogueira Batista Jr

Volto a fazer das tripas coração para falar do papel planetário que o Brasil será…

29 nov 2021 - 21:44