Imprensa livre e independente
08 de julho de 2019, 09h47

Ministro do Meio Ambiente desafia Miriam Leitão para um debate ao vivo

Titular da pasta no governo Bolsonaro se irritou com a jornalista, que escreveu um artigo em O Globo intitulado: “Salles em conflito com dados e fatos”

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, desafiou a jornalista Miriam Leitão, de O Globo e da GloboNews, para um debate ao vivo, no programa que ela tem na rádio CBN. Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo “Estávamos ao vivo na Globonews e você não conseguiu derrubar nenhum dos meus ‘conceitos insustentáveis’. Agora num texto unilateral e repleto de opiniões manipuladas surgem as suas verdades absolutas. Topa um debate só nós dois no seu horário da Rádio CBN ? Pode escolher a data”, tuitou Salles. O ministro respondeu a...

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, desafiou a jornalista Miriam Leitão, de O Globo e da GloboNews, para um debate ao vivo, no programa que ela tem na rádio CBN.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“Estávamos ao vivo na Globonews e você não conseguiu derrubar nenhum dos meus ‘conceitos insustentáveis’. Agora num texto unilateral e repleto de opiniões manipuladas surgem as suas verdades absolutas. Topa um debate só nós dois no seu horário da Rádio CBN ? Pode escolher a data”, tuitou Salles.

O ministro respondeu a um tuíte de Miriam, que escreveu: “O ministro Salles, com falsos números, monta conceitos insustentáveis”, publicando junto à mensagem um artigo de sua autoria intitulado: “Salles em conflito com dados e fatos”.

Veja também:  Fim da "curtida" no Instagram é para "gorda feminista não ficar deprimida", diz Carla Zambelli

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum