Imprensa livre e independente
21 de março de 2019, 22h47

Ministro do STJ determina internação de João de Deus em hospital de Goiânia

Nefi Cordeiro acatou solicitação dos advogados de defesa do médium, que está preso em Aparecida de Goiânia por abusos sexuais

Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Nefi Cordeiro, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), decidiu, nesta quinta-feira (21), que João de Deus deve ser internado em um hospital. De acordo com a determinação, a internação, inicialmente, seria por um período de quatro semanas no Instituto de Neurologia de Goiânia. A medida atende a uma solicitação da defesa de João, que está preso há mais de três meses e é réu em processos de abuso sexual de várias mulheres que o procuravam para tratamento espiritual. Alberto Toron, advogado de João, disse que ainda não existe previsão de transferência. No entanto, é possível que ocorra até esta...

Nefi Cordeiro, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), decidiu, nesta quinta-feira (21), que João de Deus deve ser internado em um hospital. De acordo com a determinação, a internação, inicialmente, seria por um período de quatro semanas no Instituto de Neurologia de Goiânia.

A medida atende a uma solicitação da defesa de João, que está preso há mais de três meses e é réu em processos de abuso sexual de várias mulheres que o procuravam para tratamento espiritual.

Alberto Toron, advogado de João, disse que ainda não existe previsão de transferência. No entanto, é possível que ocorra até esta sexta-feira (22). Por intermédio de nota, Toron informou que “em respeito ao senhor João de Deus, a defesa não comentará detalhes da decisão”.

Aneurisma

A solicitação de transferência garante que o médium tem “um aneurisma da aorta abdominal com dissecção e alto risco de ruptura sendo necessário o controle adequado da pressão arterial”.

O documento informa, ainda, que “a unidade prisional em que ele se encontra não dispõe de médicos suficientes para acompanharem todos os presos e que a medicação administrada ao paciente é inapropriada”.

Veja também:  "Apoio institucional" de Raquel Dodge não satisfaz Deltan Dallagnol e procuradores da Lava Jato

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum