Imprensa livre e independente
29 de setembro de 2017, 19h00

Ministro do STJ faz enquete sobre intervenção militar no Brasil

O assunto, definitivamente, entrou em pauta ao ponto de até ministro do Superior Tribunal de Justiça fazer enquete perguntando a opinião das pessoas sobre um governo militar no país Por Redação Em meio a cada vez mais rumores de que as Forças Armadas estariam se articulando politicamente, declarações polêmicas e sensacionalismo é o que não falta. O fato, no entanto, é que a hipótese de uma intervenção militar foi colocada em pauta e a repercussão disso é tão grande que chegou ao ponto de um ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) fazer uma enquete sobre a temática. Nesta sexta-feira...

O assunto, definitivamente, entrou em pauta ao ponto de até ministro do Superior Tribunal de Justiça fazer enquete perguntando a opinião das pessoas sobre um governo militar no país

Por Redação

Em meio a cada vez mais rumores de que as Forças Armadas estariam se articulando politicamente, declarações polêmicas e sensacionalismo é o que não falta. O fato, no entanto, é que a hipótese de uma intervenção militar foi colocada em pauta e a repercussão disso é tão grande que chegou ao ponto de um ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) fazer uma enquete sobre a temática.

Nesta sexta-feira (29), o ministro Geraldo Og Nicéas Marques Fernandes publicou em seu Twitter a seguinte pesquisa: “Vc é o juiz: o Brasil deve sofrer intervenção militar?”. Responderam à pesquisa do magistrado 37.077 internautas, sendo que 49% disseram ‘Sim’ a uma intervenção e 51% “Não”.

A postagem do juiz se deu pouco depois de compartilhar uma notícia sobre o estudo do Instituto Paraná Pesquisas, que apontou que 43,1% dos brasileiros são favoráveis à intervenção militar.

Veja também:  Com "torcida" de Bolsonaro por Macri, Mourão diz que relação com a Argentina independe de eleições

A pauta veio à tona depois das declarações do general Hamilton Mourão, que colocou a intervenção militar como uma possibilidade real, que já estaria sendo discutida internamente entre os militares, durante uma palestra à maçonaria.

Com a polêmica gerada pela sua enquete, Og, do STJ, justificou: “Estamos numa democracia. Ouvir a opinião das pessoas é a regra. Como juiz, continuarei a assegurar o direito de expressão.”

 

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum