Imprensa livre e independente
31 de julho de 2017, 14h38

Mônica Bérgamo: “Romero Jucá tentou conversar com Joesley na época das gravações”

A tentativa ocorreu na época em que o empresário estava produzindo provas para a sua delação. Escapou por pouco.

A tentativa ocorreu na época em que o empresário estava produzindo provas para a sua delação. Escapou por pouco. Da Redação* O senador Romero Jucá (PMDB-RR) tentou marcar uma conversa com Joesley Batista, dono da JBS, justamente na época em que o empresário estava produzindo provas para a delação que fechou com o MPF (Ministério Público Federal). As informações da coluna de Mônica Bérgamo dão conta que o senador só não foi gravado, como Michel Temer e Aécio Neves, porque ele e Joesley não conseguiram conciliar as agendas. Escapou por pouco. *Com informações da coluna de Mônica Bérgamo Foto: Marcelo...

A tentativa ocorreu na época em que o empresário estava produzindo provas para a sua delação. Escapou por pouco.

Da Redação*

O senador Romero Jucá (PMDB-RR) tentou marcar uma conversa com Joesley Batista, dono da JBS, justamente na época em que o empresário estava produzindo provas para a delação que fechou com o MPF (Ministério Público Federal).

As informações da coluna de Mônica Bérgamo dão conta que o senador só não foi gravado, como Michel Temer e Aécio Neves, porque ele e Joesley não conseguiram conciliar as agendas. Escapou por pouco.

*Com informações da coluna de Mônica Bérgamo

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Veja também:  Weintraub resume proposta para bancar universidades: "Patrocínio, patrocinador, aluguel e parceria"

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum