Imprensa livre e independente
29 de março de 2016, 19h47

Moro pede “respeitosas escusas” ao STF pela divulgação de grampos de Lula

Em ofício dirigido ao Supremo Tribunal Federal, juiz negou que divulgação do conteúdo das conversas tivesse a intenção de “gerar fato políticopartidário, polêmicas ou conflitos” Por Redação O juiz Sérgio Moro encaminhou ofício ao Supremo Tribunal Federal (STF) no qual pede desculpas pela divulgação de escutas telefônicas envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O documento foi enviado por conta de um pedido de explicações feito pelo ministro Teori Zavascki na semana passada. “Diante da controvérsia decorrente do levantamento do sigilo e da r. decisão de V.Ex.ª, compreendo que o entendimento então adotado possa ser considerado incorreto, ou mesmo...

Em ofício dirigido ao Supremo Tribunal Federal, juiz negou que divulgação do conteúdo das conversas tivesse a intenção de “gerar fato políticopartidário, polêmicas ou conflitos”

Por Redação

O juiz Sérgio Moro encaminhou ofício ao Supremo Tribunal Federal (STF) no qual pede desculpas pela divulgação de escutas telefônicas envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O documento foi enviado por conta de um pedido de explicações feito pelo ministro Teori Zavascki na semana passada.

“Diante da controvérsia decorrente do levantamento do sigilo e da r. decisão de V.Ex.ª, compreendo que o entendimento então adotado possa ser considerado incorreto, ou mesmo sendo correto, possa ter trazido polêmicas e constrangimentos desnecessários. Jamais foi a intenção desse julgador, ao proferir a aludida decisão de 16/03, provocar tais efeitos e, por eles, solicito desde logo respeitosas escusas a este Egrégio Supremo Tribunal Federal”, disse Moro.

O magistrado divulgou o conteúdo dos grampos em 16 de março, véspera da posse de Lula como ministro-chefe da Casa Civil de Dilma. Segundo ele, contudo, a divulgação não teve como intenção “gerar fato políticopartidário, polêmicas ou conflitos”.

Veja também:  Eduardo Bolsonaro compartilha tuite dizendo que não aceitará decisão do STF de libertar Lula

Foto: Lula Marques /Agência PT

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum