Imprensa livre e independente
06 de setembro de 2018, 19h50

Mourão culpa PT por ataque a Bolsonaro e dispara: “Os profissionais da violência somos nós”

O tom de ameaça como reação ao atentado contra Jair Bolsonaro começa a ficar eminente: o general Hamilton Mourão, vice do deputado do PSL, já afirmou que "tem certeza" que o suspeito é do PT; presidente do partido do militar, por sua vez, afirmou que "agora é guerra"

O ataque sofrido por Jair Bolsonaro (PSL) em Juiz de Fora (MG) na tarde desta quinta-feira (6) já vem gerando reações em tom de ameaça e que buscam associar o ocorrido à esquerda e ao PT. O general Hamilton Mourão, vice de Bolsonaro, por exemplo, afirmou em entrevista à revista Crusoé que “tem certeza” que o autor do ataque é do PT. “Eu não acho, eu tenho certeza: o autor do atentado é do PT”, afirmou. O tom de ameaça ficou mais explícito em outra declaração dada na mesma entrevista. “Se querem usar a violência, os profissionais da violência somos...

O ataque sofrido por Jair Bolsonaro (PSL) em Juiz de Fora (MG) na tarde desta quinta-feira (6) já vem gerando reações em tom de ameaça e que buscam associar o ocorrido à esquerda e ao PT.

O general Hamilton Mourão, vice de Bolsonaro, por exemplo, afirmou em entrevista à revista Crusoé que “tem certeza” que o autor do ataque é do PT.

“Eu não acho, eu tenho certeza: o autor do atentado é do PT”, afirmou. O tom de ameaça ficou mais explícito em outra declaração dada na mesma entrevista. “Se querem usar a violência, os profissionais da violência somos nós”.

Na mesma linha foi Gustavo Bebianno, presidente do PSL, sigla de Bolsonaro. “Agora é guerra!”, disse ao jornal Folha de S. Paulo.

Fórum apurou que  Adelio Bispo de Oliveira, o homem que confessou ter atacado Bolsonaro, teria afirmado, ao ser detido, que cometeu o ato “a mando de Deus”. Informações preliminares que circulam nas redes sociais dão conta de que ele teria sido filiado ao PSOL e ao PDT, mas os partidos ainda não confirmaram se a informação é verídica.

Veja também:  "Impressiona o desprezo de Jair Bolsonaro pela educação", diz deputado sobre desmonte no setor

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum