Barroso cita termo racista em entrevista a jornalistas negras da Globo e se desculpa

Não foi a primeira vez que Luís Roberto Barroso passou por constrangimento por causa de vocabulário racista. Em 2017, o presidente do TSE se referiu a Joaquim Barbosa como "negro de primeira linha"

Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o ministro Luís Roberto Barroso citou um termo racista durante entrevista a Aline Midlej e Flávia Oliveira na noite desta segunda-feira (4) na GloboNews.

“Inveja branca de vocês que estão aí no Rio… Aliás, essa frase já é politicamente incorreta, antigamente se dizia isso”, disse Barroso, causando constrangimento às jornalistas, que são negras.

Leia também: Barroso chama Joaquim Barbosa de ‘negro de primeira linha’ e se desculpa

“Ministro, eu ia falar isso. Olhei para a Flávia meio assim, de canto de olho. Um ministro tão elegante, tão carinhoso. A gente está em constante aprendizado, está tudo certo”, disse Aline Midlej.

O ministro, então, se desculpou com as jornalistas.

“Perdão, perdão, imediatamente. A gente, na vida, deve saber pedir desculpas. Então, vou começar de novo. Boa noite, Aline, boa noite, Flávia, que bom que vocês estão aí no Rio. Estamos ralando aqui em Brasília”, afirmou.

Recorrente

Não é a primeira vez que Barroso passa por constrangimento por causa do vocabulário com termos racistas.

Em 2017, o ministro chegou a ensaiar um choro ao pedir desculpas por ter chamado Joaquim Barbosa de “negro de primeira linha”.

Publicidade

“Uma coisa que eu aprendi na vida é que quando a gente comete um erro, o melhor que se pode fazer é reconhecê-lo o mais rápido possível”, afirmou o ministro no início da sessão que julgou ação a respeito da lei de cotas raciais no serviço público.

Ao dizer que se arrependia de ter “involuntária e inconscientemente reforçado um estereótipo racista” que passou “a vida tentando combater e derrotar”, o ministro fez pausas durante a fala para se recompor.

Publicidade

A fala Barroso a Barbosa foi feita durante cerimônia no STF para homenagear o ex-ministro com um retrato na galeria dos ex-presidentes do tribunal.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR