Fórumcast, o podcast da Fórum
13 de agosto de 2019, 18h09

Concentração do ato pela educação em São Paulo já reúne milhares

Estudantes, professores, lideranças estudantis e políticas se concentram para o ato em defesa da Educação e contra os cortes de Bolsonaro na avenida Paulista; expectativa é que a manifestação de São Paulo seja uma das maiores entre as mais de 50 que já tomaram as ruas de todo o país

Fotos: Elineudo Meira

Milhares de pessoas se reúnem, no final da tarde desta terça-feira (13), na concentração para o ato de São Paulo, na avenida Paulista, em defesa da educação e contra os cortes que vêm sendo promovidos pelo governo de Jair Bolsonaro na área. O ato compõe a mobilização nacional #Tsunami13Agosto, convocado pela União Nacional dos Estudantes (UNE), e a expectativa é que seja o maior entre os mais de 50 protestos que já tomaram as ruas de dezenas de capitais em todo o país.

O presidente da UNE, Iago Montalvão, discursou para os milhares de estudantes, professores e lideranças estudantis e políticas que tomaram as faixas dos dois sentidos da avenida Paulista, considerada uma das principais vias da capital.

“Bolsonaro escolheu a educação, os estudantes, como seus inimigos. Porque eles sabem que são os estudantes que têm capacidade de elaborar o pensamento critico, e não aceitam os desmandos desse governo. O Brasil é nosso, eles não vão tirar de nós. Aqui estão os verdadeiros brasileiros, e lá os inimigos do povo que querem acabar com nossas riquezas e universidades”, disse Montalvão.

De acordo com o presidente da UNE, o projeto “Future-se”, apresentado pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, vai culminar na privatização das universidades públicas brasileiras. “Não vai passar!”, exclamou.

A partir das 18h, os presentes no ato de São Paulo devem sair em marcha até a Praça da República, região central da capital.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum